A Fundação José Luiz Egydio Setúbal, juntamente com suas iniciativas – Sabará Hospital Infantil, Instituto Pensi e Autismo e Realidade – se une à Sociedade Brasileira de Pediatria no repúdio ao gesto do Presidente da República que retirou a máscara de uma criança, e pediu para que outra o fizesse. Tal ação fere diretamente o artigo 5º do ECA, o qual determina que nenhuma criança sofra negligência, uma vez que vivemos uma grave crise epidemiológica.

Reiteramos que o uso da máscara, a lavagem das mãos, o álcool gel e a não aglomeração são as únicas formas de prevenir o contágio pelo coronavírus, enquanto grande parte da população não estiver vacinada.

Confira a moção de repúdio: SBP DEFENDE USO DE MÁSCARAS E PEDE EXEMPLO DAS AUTORIDADES