Cuidar da primeira infância é uma questão de negócios.

Cuidar da primeira infância é uma questão de negócios.

A ciência aponta que é na primeira infância (dos 0 a 6 anos) quando se formam as bases de aprendizado que serão utilizadas ao longo de toda a vida. No entanto, o déficit do Brasil em educação e saúde faz com que milhões de crianças vivam em situação vulnerável, com aprendizado e tratamento médico inadequados. Estas crianças nunca conseguirão atingir seu pleno potencial cognitivo.

O que pode parecer uma tragédia particular, na verdade, afeta todo o país. O Banco Mundial destaca o desenvolvimento do capital humano como “o fator fundamental para crescimento econômico sustentável e inclusivo”. O futuro do país está comprometido e nós, da sociedade civil, não podemos assistir este ocaso de braços cruzados. Dar às crianças um bom começo na vida é essencial para o desenvolvimento de uma força de trabalho produtiva, uma economia vibrante e uma sociedade melhor.

Apenas 14% das crianças mais vulneráveis têm acesso a creches.

INEP 2015

34% das crianças brasileiras vivem na pobreza.

UNICEF 2018

A taxa de mortalidade infantil subiu pela 1ª vez em 15 anos.

Ministério da Saúde 2016

As crianças brasileiras só atingem 56% do seu potencial produtivo .

Banco Mundial 2018

Futuro melhor para as pessoas e a economia

Aos quatro anos, uma criança já tem mais da metade do potencial mental de um adulto. A criação de uma estrutura acolhedora antes da escola primária contribui para a formação de uma força de trabalho mais capacitada e produtiva, melhorando a competitividade dos negócios e o desenvolvimento econômico nacional. Este é um investimento inteligente, de alto retorno, que tem o potencial de ajudar efetivamente a reduzir a desigualdade no Brasil.

Por isso, estamos reunindo líderes empresariais, instituições e especialistas em primeira infância e políticas públicas. Queremos dar o primeiro passo no desenvolvimento de projetos e melhores práticas junto a funcionários e comunidades no entorno das empresas. Vamos começar a praticar “dentro de casa” aquilo que queremos que se espalhe por todo o país.

Preencha o formulário para receber informações sobre as próximas ações da iniciativa.

Cadastre-se aqui

Ou fale com a nossa Gerência de Desenvolvimento Institucional

(11) 2155-9362

Futuro melhor para as pessoas e a economia

Aos quatro anos, uma criança já tem mais da metade do potencial mental de um adulto. A criação de uma estrutura acolhedora antes da escola primária contribui para a formação de uma força de trabalho mais capacitada e produtiva, melhorando a competitividade dos negócios e o desenvolvimento econômico nacional. Este é um investimento inteligente, de alto retorno, que tem o potencial de ajudar efetivamente a reduzir a desigualdade no Brasil.

Por isso, estamos reunindo líderes empresariais, instituições e especialistas em primeira infância e políticas públicas. Queremos dar o primeiro passo no desenvolvimento de projetos e melhores práticas junto a funcionários e comunidades no entorno das empresas. Vamos começar a praticar “dentro de casa” aquilo que queremos que se espalhe por todo o país.

Preencha o formulário para receber informações sobre as próximas ações da iniciativa. 

Cadastre-se aqui

Ou fale com a nossa Gerência de Desenvolvimento Institucional

(11) 2155-9362

Rede de Mobilização

O compromisso com a primeira infância selou a parceria entre a Fundação José Luiz Egydio Setúbal e a FIESP/CIESP para a realização do Projeto Empresários pela Primeira Infância, com assessoria da ReadyNation, instituição não governamental norte-americana, formada por executivos e empresários dedicados à defesa de investimentos em programas de educação infantil. Juntos, estamos buscando o apoio de empresas, entidades e instituições para construir uma infância mais saudável e produtiva para nossas crianças.

Com o apoio de